Lua de Mel - Dia 3

Olá, meninas e meninos!! 
Va bene??

Hoje foi dia de conhecer uma das cidades que mais criei expectativa: Montalcino!

A cidade é longinha de Firenze, mais ou menos 2 horas de estrada (indo direto, sem errar o caminho - o que não foi o nosso caso!kkkk)

Colocamos o endereço no waze e queríamos ir pela estrada mais bonita e mais longa (S222), mas o GPS insistia em mandar a gente para a autoestrada. Teimamos com o GPS e mudamos o caminho várias vezes, mas tudo aqui vale a pena. Demoramos mais para chegar ao nosso destino, mas tudo no caminho era lindo e charmoso! 

Levem bateria extra porque essa viagem é garantia de fotos lindíssimas! Paramos em Barberino Val d'Elsa porque não aguentei a fofura da micro cidade e tivemos que descer! A cidade cheirava a flor ao som de passarinhos e outras aves! Muito amor! Ficamos mais ou menos meia hora tirando fotos em cada portão com florzinhas, cada vista de tirar o fôlego além da igrejinha medieval! Foi só uma amostra do que estava por vir nos dias seguintes! Se passar por lá recomendo muito que desça, você não perde meia hora de viagem, ganha em paisagens belíssimas.

Chegamos em Montaltinho perto da hora da maioria dos restaurantes fecharem para a siesta então tratamos pra entrar no primeiro que encontramos aberto. O garçom no início não gostou muito da nossa presença não! Kkkk Mas ignoramos! O restaurante escolhido foi o Il Grilo e ainda bem que insistimos mesmo com a antipatia inicial do garçom (depois ele melhorou bastante a cara) e pedimos novamente o mesmo prato. Vou contar pra vocês o meu drama aqui e me contem se alguém se identifica ou se sou um ET! Desde que cheguei tudo que pedi para comer é pior do que os pratos do Flavio e ele sempre gentil troca de prato comigo! Desenvolvi um trauma em poucos dias e comecei a pedir praticamente tudo igual a ele! Hahahahah mas ainda bem que isso aconteceu! Pedimos cada um uma lasanha de funghi e tartufo (não tirei foto do cardápio pra saber o nome direitinho) e estava excepcional! Indico muito muito muito! Veio borbulhando e mais deliciosa impossível! Para acompanhar o bom e velho vinho da casa que nunca decepciona!

Depois de nos fartarmos no almoço a pedida era rodar pela cidade sem rumo. A ideia era conhecer cada cantinho mesmo, cada lojinha, cada vista linda, cada detalhe fofo que só teria lá! Depois de muito caminhar, admirar e tirar fotos decidimos fazer uma degustação de brunellos na Fortalezza di Montalcino. Escolhemos uma degustação com 5 tipos de Brunellos e fomos muito bem atendidos. Amamos! Depois descobrimos que podíamos caminhar em cima da fortaleza por 4 euros cada e vocês têm dúvidas que a gente foi? A subida é tranquilíssima até para os mais medrosos (como eu!) e a vista é imperdível! Prepara o 'pau de selfie' ou a Go Pro! Vai ser muito útil! 

Falando em 'pau de selfie' esquecemos de comprar no Brasil. Aliás, com a agitação e todas as atenções voltadas para o casamento nem roteiro fizemos direito. Mas compramos um aqui por 5 euros e está ajudando muito (quem viaja apenas em casal sabe como é últil) 

Voltamos cansadíssimos para Firenze pela estrada mais rápida mesmo e a gente só queria comer e dormir! Como sempre temos fome na hora que os restaurantes estão perto de fechar entramos em um sem escolher muito e amamos a pizza! De cara não dei nada por ele, mas me surpreendi! A pizza estava divina. Sabe aquela massa fininha, com borda mais gordinha e crocante, molhadinha e cheia de recheio? O preço de lá é muito bom! Se quer um jantar despretensioso e delicioso vale a pena ir!

Amanhã tem mais! 
Beijos!!!





















Lua de mel - Dia 2

Olá, meninas e meninos! 
Tudo bem? 

Hoje vou aproveitar para contar pra vocês as minhas impressões do hotel Bigallo. Reservamos através do Booking e o hotel tem uma excelente localização. Não possui estacionamento, mas é possível estacionar o carro em um estacionamento conveniado a 25 euros por dia. A internet também não é gratuita, compramos um chip na Tim, que fica bem em frente e a conexão é muito boa. O hotel tem uma decoração pitoresca, o nosso quarto é bem espaçoso, inclusive possui além da cama de casal uma sofá-cama para duas pessoas. Como o hotel está localizado bem em frente ao Duomo dava pra ouvir o burburinho dos turistas mais empolgados e o sino do Duomo, mas na maioria dos dias estávamos tão cansados que isso não chegou a incomodar.

Assim que descemos do café nos misturamos com a uma multidão em frente ao Duomo e logo achamos uma guia que falava espanhol. Pagamos 15 euros para nos juntar ao grupo de mais ou menos 10 pessoas e cada um recebia um fone para ouvir as explicações. 

No passeio a guia explicava cada detalhe do Duomo e do Batistério. Foi bem interessante, mas se eu entendesse a língua seria mais interessante ainda! Kkkk  como não falo espanhol perdi muita informação, mas não me arrependo porque além das informações por estar com a guia não pegamos fila para entrar no Duomo. Dentro do Duomo para ter acesso à cripta, ao museu, cúpula, torre e batistério tem que comprar um ticket de 15 euros, sem guia, mas vale muito a pena. 

Por fora não tinha dado muita atenção ao Batistério porque ele fica pequeno perto do Duomo, mas quando entrei fiquei arrepiada. O teto é lindo demais! Não sei quanto tempo fiquei olhando pra cima! Recomendo! 

Depois do Batistério fomos procurar um lugar para almoçar e como sabíamos que estava tarde entramos no primeiro que vimos aberto, Restauranti Giglio Rosso, e tivemos uma grata surpresa. Fomos muito bem atendidos, comida ótima, preço justo e vinho branco da casa imperdível. Destaque para a simpatia do garçom Mimo! Quando pedimos a conta ele nos ofereceu o famoso limoncello como cortesia e praticamente ao mesmo tempo estava chegando uma caixa de cerejas que chegavam a brilhar de tão lindas! Acho que fiz uma cara tão de pidona que ele trouxe um pratinho cheinho pra gente! Sempre sorridente e muito atencioso! 

Depois do almoço seguimos em direção ao Mercati Centrale e amamos tudo. Tem várias opções de comidinhas e bebidas para todos os gostos. Provamos birras (cervejas) bem gostosas, mas o que a gente ficou realmente apaixonado foi o panini de presunto com creme tartufado do Savini Tartufi. De comer rezando!!! Melhor panini da vida!

Voltamos para o hotel e seguindo indicação da nossa amiga expert em Florença Paola Achê fomos provar o melhor gelato da cidade na Edoardo Il Gelato Biologico. O sorvete é realmente incrível, o mais cremoso e saboroso que provamos por aqui. Além do plus que é a casquinha crocante e fresquinha feita na hora! O sucesso do local é tão grande que dependendo do horário tem que pegar senha e entrar na fila para provar essa delicia! 

Depois de uma longa cochilada comecei a ouvir sinos, um coral e corri pra janela. A imagem foi uma das mais lindas que já vi. Era a saída da missa de Corpus Christi do Duomo. Todos saíram em procissão com uma vela na mão ao som de uma música belíssima. A multidão em volta do Duomo abriu um caminho para os padres, freiras e as fiéis que estava na missa passarem. Muito lindo! Inesquecível! 

Amanhã tem Montalcino! 
Beijos!!!
































**Este post não se trata de um guia de viagem, é apenas um relato da nossa experiência com dicas de lugares e passeios que gostamos!

Lua de Mel - Dia 1

Olá, meninas e meninos!
Tudo bem?

Vou tentar contar aqui pra vocês algumas dicas da nossa lua de mel. Optamos por passar nossa lua de mel na região de Firenze e Roma. Estamos felicíssimos e curtindo cada minuto desse sonho!

Chegamos no aeroporto em Roma e pegamos um carro alugado para ir para Firenze. Estamos hospedados no Hotel Bigallo, bem em frente ao Duomo e ao chegar ao hotel tivemos a feliz surpresa de ganhar um upgrade por conta da lua de mel e ficamos com o quarto com a melhor vista do Duomo. 

Aqui perto tem tudo! Estamos fazendo tudo a pé. É uma delicia caminhar sem se programar e ir descobrindo cada hora um museu, uma igreja, monumentos belíssimos pelo caminho. Sem contar a comida! Nossa!!! Qualquer restaurante que você for vai ter uma comida deliciosa. 

Chegamos no aeroporto 7 da manhã no horário local e demoramos um pouco até pegar o carro, sair de Roma e chegar em Firenze. Uma informação bem importante para quem vem pra Firenze de carro: tenha paciência! As ruas são muito estreitas e o trânsito bem confuso porque muitas ruas não são liberadas para passar carro. Desde que estacionamos o carro não tiramos mais. Só vamos tirar o carro da garagem para conhecer as cidades vizinhas. 

O check in foi 14:00, deixamos as malas no hotel, banho e rua. Caminhamos muito sem objetivo, foi uma delicia nos perder nas ruas super charmosas de Florença, ou Firenze, como os italianos preferem chamar. 

Não almoçamos, lanchamos no delicioso Pane & Toscana. Lá você monta o sanduíche com os ingredientes que ama e não tem como sair insatisfeito. O sanduíche é gigante e o apelidei de bate-entope gourmet! Kkkk temos que comer lá de novo antes de ir embora.

Caminhamos mto mesmo e tudo foi tão maravilhoso que nos perdemos bem perto da Ponte Vechio na hora do pôr do sol! Fechamos nossa tarde com chave de ouro!

Voltamos para o hotel, descansamos e depois de 23h bateu uma fome. Para a nossa surpresa todos os restaurantes aqui fecham cedo. Quase meia noite saímos pra procurar um lugar para jantar e só achamos uma opção aberta, mas foi ótimo! 

Pra quem gosta de vídeo estou gravando tudo no SNAP, corre lá TITITIETRELELE!

Amanhã tem mais!























**Este post não se trata de um guia de viagem, é apenas um relato da nossa experiência com dicas de lugares e passeios que gostamos!

ADD THIS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Tititi & Trelelê © | Projeto desenvolvido por Inlovely Creative | Todos os direitos reservados | Melhor Visualização no Google Chrome